Utilizamos cookies para fins analíticos e funcionais visando melhorar sua experiência com nosso website.
Ao navegar, você concorda com nosso uso de cookies.
Fechar

COLUNISTAS | Revista DigitAL Destaque

ROBERTO MONTEIRO PINHO

Jornalista, escritor, presidente da Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI

De origem simples, nascido numa família de sete irmãos, o nosso entrevistado iniciou sua labuta aos 14 anos. E aos 18 anos, trabalhava na Associação Beneficente dos Feirantes de São Paulo, uma das entidades mais representativas na época, que reunia milhares de comerciantes atacadistas em mais de 20 feiras-livres realizadas diariamente na capital paulista. Sua atividade era a de associar membros, que mais tarde se converteria em sindicato, um dos mais antigos do país.

A experiência associativa toldou-o a liderança, assim, em 1989 foi eleito diretor de Relações Internacional da Confederação Geral dos Trabalhadores - CGT, o que lhe valeu a indicação para ser juiz do trabalho no regime paritário. No período que esteve à frente do Tribunal trabalhista do Rio de Janeiro, em reconhecimento a sua dedicação, foi condecorado com a Medalha de Mérito do Trabalho.

Após longo período, mudou para o Rio de Janeiro, nos anos 70 passou pelo setor de transportes, quando fundou a Associação de Locação de Veículos do Rio de Janeiro – Aelotrava, hoje sindicato de locação de veículos. No ramo de aluguel de carros, fez sua primeira fortuna. Durante o estado de exceção 1964 a 1972, inspirado na atuação de sua mãe na emblemática liga operária, militou ao lado de nomes históricos, Ulisses Guimarães, Euclides Scalco entre outros líderes democráticos.

Na vida comunitária fundou associações de moradores, e quando atendeu a pedidos de amigos, disputou em 1982 a eleição para deputado estadual no Rio de Janeiro pelo PTB, obteve a expressiva votação à época com 4.713 votos. Editor, colunista e radialista, trabalhou na TV, apresentou programas na Rádio Imprensa FM e na Rádio Bandeirantes AM.

Na política após 1979, recebeu o convite do seu guru o editor da Tribuna da Imprensa, jornalista Helio Fernandes, e integrou um grupo de jornalistas brasileiros para ser Correspondente de Guerra em Angola. A experiência num território hostil e beligerante, o fez voltar os olhos para a luta de pacificação de conflitos, tendo atuado em coletivos no exterior, com destaque durante a Revolução dos Cravos Vermelhos em Portugal.

Retornou ao Brasil e com os políticos liderados por Leonel de Moura Brizola, passou a escrever artigos nas edições da Tribuna, até chegar a subeditor. O seu objetivo era a fusão do PTB liderado por Ivete Vargas e o PDT de Brizola, integrados por trabalhistas históricos. Sua atuação pontual foi marcada quando integrou a Patrulha Aérea Brasileira – PAB, controlada por Carlos Lacerda.

Inspirado na editoria aguerrida da Tribuna e gosto pelo jornalismo, fundou o periódico Jornal da Cidade, com a editora de jornais e revistas de moda. Assim, passou a colaborar com o jornal Tribuna da Imprensa de Hélio Fernandes, seu amigo e mentor. Estudou Sociologia e Direito, acabou optando pela comunicação, sua paixão profissional. Ainda no regime militar, nos anos 80, passou a ocupar a função de subeditor. No sindicalismo ingressou na Confederação Geral dos Trabalhadores - CGT, onde ocupou a diretoria de Relações Internacionais, e foi nomeado juiz pela representação paritária na Justiça do Trabalho, tendo composto as Sétima e Nona Turmas, e dos Dissídios Coletivos - SEDIC.  Também, foi Assessor Especial da presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Barra da Tijuca – Rio de Janeiro, se dedica a assessoria para assuntos institucionais de sindicalismo e ao Blog Tribuna online, onde era subeditor ao lado de Hélio Fernandes.

  

Na Associação Brasileira de Imprensa – ABI, foi Diretor Secretario e membro da Comissão de Defesa da Liberdade de Imprensa e dos Direitos Humanos da Associação Brasileira de Imprensa - ABI. Em 2016 fundou a Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI, onde é presidente, estimulou a expansão associativa, ganhou membros no exterior e em todo território brasileiro.

Desde então, está empenhado na recuperação da editora Tribuna da Imprensa, missão outorgada pelo jornalista Hélio Fernandes, que lhe transferiu 99% das ações da empresa, tornando-o após o fundadores históricos Carlos Lacerda e Hélio Fernandes, o terceiro proprietário da editora.

 

Em 2015 escreveu a obra Justiça Trabalhista do Brasil (editora Top Books), publicação que se consagrou, cuja temática traz à tona todo arcabouço submerso desse judiciário, sendo de forma contundente questionado e criticado pelo jornalista. Sua obra ganhou fronteiras, está entre as mais vendidas no nicho de literatura, nos principais Portais do mundo, entre os quais a Amazon. E mais uma vez, figura na lista para disputar a quarta versão, no prêmio Nobel de Literatura.

No segmento comunicação se associou a TV USBRASIL Today, - canal por assinatura nos Estados Unidos. É editor executivo dos jornais Tribuna da Imprensa Digital, Tribuna da Imprensa News e do jornal Última Hora, publicações que estão em franco crescimento.

Dando continuidade à sua trajetória combatente, atualmente gerencia ao lado de ambientalistas, emancipacionistas e lideranças comunitárias, um Movimento de Mobilização para Emancipação da Região da Barra da Tijuca no Estado do Rio de Janeiro.

Compre aqui seu livro Justiça Trabalhista do Brasil: O Fenômeno Social Agoniza nas Lojas Americanas

 

Créditos:
JornalistaUiara Zagolin
Fotógrafa - Angela Gastaldi
Diretora - Adelaide Lap
CEO - André Lap

Publicado por
Revista DigitAL Destaque
em 26/07/2022 às 17:15

Compartilhe

Revista MAXIMUS - 2020

Flag Counter